Tumblelog by Soup.io
Newer posts are loading.
You are at the newest post.
Click here to check if anything new just came in.
pesoesaude65

Ganhe Dinheiro Escrevendo (e Descrevendo) Notícias!

http://suasaudenet33.jiliblog.com/14691384/cinco-vantagens-de-ter-um-empreendimento-em-um-bairro-verde


Os Estados unidos aprovaram nessa quinta-feira (14) o final das regras que demandam tratamento igualitário ao tráfego da web, a chamada neutralidade de rede. A decisão, por três votos a 2, foi tomada durante reunião do conselho da FCC (Comissão Federal de Comunicações, espécie de Anatel norte-americana). A neutralidade da rede é o início que deixa a internet livre e sem barreiras, com tudo sendo tratado de forma igualitária. Em suma, ele impede que empresas aumentem ou diminuam a velocidade da web para seus usuários e não permite a restrição do acesso de um usuário a determinado website, aplicativo ou serviço online. Nesse aspecto, a neutralidade da rede evita que provedores adotem o padrão de Tv por assinatura dentro de teu serviço de internet. Um universo invisível: você sabe o que é a famosa "Deep Internet"?


As conversas de hoje foram conduzidas pelo chefe do FCC, Ajit Pai, indicado pelo atual presidente Donald Trump e ex-advogado de uma operadora, e que teve direito a um dos votos. Pai foi o último a votar e desempatou a decisão. Desde 2015, os Estados unidos seguiam um exigente programa de neutralidade da rede implantado na mesma comissão, pela gestão de Barack Obama. http://melhoresdrinksnet45.qowap.com/14977704/uma-constru-o-podes-ser-sustent-vel /p>

Imediatamente, perante um aliado de Trump na presidência da comissão, o FCC voltou atrás na decisão, dando mais poder às grandes operadoras e provedores. Na prática, o que muda neste instante é que o início de neutralidade da rede passa a ser voluntário. Cada modificação será pautada com base em acordos comerciais entre as organizações donas dos variados serviços online e as provedoras de internet. Do ponto de vista dos usuários, eles não poderão mais, dependendo da decisão de sua operadora, acessar conteúdo ou fazer downloads com a mesma velocidade navegando por web sites diferentes. Tais como, serviços de videos online conseguem permanecer de valores elevados do que alguns serviços de intercomunicação (redes sociais, email etc). Em Portugal, o princípio da neutralidade da rede neste momento foi quebrado. Por lá as operadoras cobram valores diferentes pra cada serviço online. Antes mesmo da decisão conclusão da FCC, a transformações nas regras da web prontamente tinham gerado reações.


Organizações como Netflix, Apple, Google, Microsoft, Amazon e Facebook se posicionaram de forma oficial contrárias ao final do tratamento igualitário da rede. Twitter nos Estados unidos. Mignon Clyburn, afiliado da comissão da FCC, foi uma das primeiras a votar. Depois de um discurso robusto e com argumentos contrários às transformações propostas, a comissionaria enfatizou: "a neutralidade da rede não acaba hoje. https://www.dailystrength.org/journals/crie-um-clube-de-vantagens-e-fidelize-mais-compradores agência não tem o voto encerramento".


  • Sete Sérias Motivos pra entender como criar um blog de Sucesso
  • Use os Feeds RSS pra Fidelizar seus Visitantes
  • oitenta e dois Post Núcleo do Linux
  • Pantapuff Says
  • dezessete MARIO PASTORE
  • Produza conteúdos importantes e sérias
  • Páginas visualizadas por sessão

O filiado da FCC Michael O'Rielly votou logo após. Ele optou por aprovar as transformações nas regras da internet, contudo durante seu voto falou, por acaso, que a reversão da neutralidade da rede é "desnecessária", corrigindo-se logo em seguida. Brendan Carr, outro com voto favorável e que por algumas vezes exaltou o final de uma regulamentação feita na "era Obama".


Pela contramão de seus colegas, Jessica Rosenworcel ressaltou que a decisão da FCC por encerrar com a neutralidade da rede coloca a comissão do lado incorreto da história, da lei e dos norte-americanos. https://www.evernote.com/shard/s622/sh/c857db0a-2658-4a8e-a050-455eb8e9586c/92bb98e029322496f279abda4bcb213f por Ajit Pai, chefe do FCC, que afirmou de novo que as transformações nas regras da internet serão benéficas pros consumidores. Também, ressaltou que as algumas regras envolvem a imposição de transparência por cota das operadoras, que terão que comunicar e detalhar tuas decisões. A fala de Pai chegou a ser interrompida no momento em que um afiliado da segurança do recinto exigiu um recesso e que todos deixassem a área da votação.


A segurança pediu até pra pessoas presentes deixarem seus pertences pela sala ao longo da evacuação. Não ficou clara qual era a suspeita. A decisão do FCC é acompanhada atentamente no Brasil. Há o temor de que, com o possível final da neutralidade da rede por lá, operadoras e provedores do país começariam a pressionar mais o Planalto visando amparar o mesmo aqui. Procurada pelo UOL Tecnologia nessa quinta-feira, o Sinditelebrasil, sindicato que reúne as maiores operadoras de telecomunicações do país, disse que não iria se posicionar a respeito da decisão norte-americana. Em nota, enviada pela tarde de ontem o sindicato ressaltou que é a favor da neutralidade da rede, mas que ela necessita ser aplicada de modo "inteligente".



Tags: blog

Don't be the product, buy the product!

Schweinderl